pandemia e comportamento de compra

Como a pandemia mudou o comportamento de compra do consumidor?

A crise do coronavírus nos fez repensar muitas coisas e mudar tantas outras de lugar, não é mesmo? Assim como nós, os seus clientes também modificaram hábitos e estão em uma nova fase. Muitas pessoas, inclusive, denominam esse período de “novo normal”, o que também afeta o comportamento de compra do consumidor.

Neste artigo, vamos comentar algumas das principais mudanças de conduta do cliente em relação ao consumo. Assim, você conseguirá descobrir quais são as novas tendências e definir um novo caminho estratégico para a sua empresa, a fim de manter o fluxo de vendas alto e satisfatório. 

E então, você quer saber quais foram as transformações no comportamento de compra do consumidor? Confira nos próximos tópicos!

Consumo digital

A necessidade do isolamento social acelerou um processo que já era tendência para as empresas e os clientes: a digitalização. Nesse cenário de quarentena e com as recomendações de distanciamento, muitos dos consumidores que ainda não haviam tido contato com o consumo digital tiveram que se adaptar à experiência.

Nesse sentido, serviços financeiros e bancários passaram a estar na palma da mão, graças aos apps e às plataformas de Internet Banking. Além disso, o aprendizado se tornou virtual (muitos consumidores decidiram encontrar novos hobbies e as aulas online foram a forma mais viável de fazê-lo) e, é claro, as compras também se mantiveram no cenário digital.

Fidelização de Clientes

Varejo online

Os deliveries e as plataformas de e-commerce se tornaram as maiores preferências para viabilizar o consumo, já que é dessa forma que o cliente consegue efetuar a compra sem sair de casa. Desse modo, ele mantém as recomendações sanitárias e médicas.

Considerando esse formato de venda e compra, outras preferências do consumidor foram reforçadas, como o pagamento digital (efetua-se o pagamento da compra diretamente na plataforma de marketplace) ou a estratégia de pagamento contactless (pagamento por meio de QR Code ou por um cartão por aproximação). 

Empatia e humanização

Considerando todo o distanciamento necessário e a digitalização de processos que antes eram “cara a cara” com os comerciantes, a computadorização de tudo reforçou a importância da humanização para os clientes. Dessa maneira, o atendimento ao consumidor precisa levar em consideração que o capital humano é um dos nossos bens mais preciosos. Assim, o seu público passa a desejar ser atendido, mas também considerado. 

A questão do emocional prevalece bastante nesse ponto. O seu consumidor, portanto, está buscando cada vez mais uma relação próxima (mesmo estando tão distante, por conta da quarentena e das restrições) e mais empática. Ao atender aos seus clientes, é preciso levar em consideração que todos, inclusive você e a sua equipe, estão passando por uma crise e por diversos desafios.

Chegando até aqui, você compreendeu algumas das principais mudanças de comportamento de compra do consumidor vinculadas à pandemia. É importante que, nesse momento, você, em conjunto com a sua equipe, repense as estratégias que devem ser adotadas para se adaptar à transformação para o “novo normal”.

Se você curtiu este post, vai gostar de saber que há muito mais sendo produzido por nós e que todos os materiais podem ser recebidos diretamente na sua caixa de e-mail. Legal, não é mesmo? Então, assine a nossa newsletter e confira tudo em primeira mão!

Quer saber mais sobre fidelização no varejo_ (1)

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.