diferença-entre-crm-e-erp

A Diferença Entre um CRM e um ERP

O ERP e o CRM são dois tipos de sistemas que se tornaram extremamente populares com a difusão das tecnologias digitais no meio empresarial e que atuam como dois poderosos recursos que facilitam a gestão de negócios e ampliam as possibilidades de rentabilidade. Mas, afinal, qual a diferença entre CRM e ERP?

Essa dúvida costuma ser comum e é importante frisar que são dois tipos de software inteiramente distintos. Apesar de terem pontos de interface e poderem, até mesmo, ser integrados, seus objetivos e funcionalidades não coincidem. Portanto, os softwares não são excludentes.

Vejamos, a seguir, como cada um deles trabalha e, mais importante, o que podem oferecer para a sua empresa. Boa leitura!

 

diferença-entre-crm-e-erp

Qual a diferença entre CRM e ERP?

ERP — ou Enterprise Resource Planning — é um software especialmente projetado para integrar as áreas e atividades empresariais. Suas funcionalidades são voltadas para a estruturação do negócio de maneira lógica e condizente com os aspectos práticos.

Dessa maneira, seu grande objetivo é auxiliar no controle e no fluxo das informações por toda a organização, na automatização de processos críticos e na geração de análises que suportem a tomada de decisões. Isso ocorre de maneira abrangente, criando uma interface virtual que reflete a estrutura e os resultados empresariais.

Alguns dos exemplos de atividades otimizadas com o apoio de um ERP são o controle de estoque, a gestão de cadastros e o controle financeiro. O melhor de tudo é que cada um desses processos, quando imputado no sistema, passa a ser gerido de forma conjunta com os demais. Dessa maneira, a cadeia produtiva passa a funcionar em uma sintonia única, e os resultados se tornam consistentes com esse alinhamento.

CRM: trabalhando o sucesso do cliente

CRM — ou Customer Relationship Management — é um sistema criado com o objetivo de gerir o relacionamento empresarial com os clientes. A ideia é garantir que as ações corretas sejam tomadas em cada etapa de contato com o público, assegurando a satisfação e a consequente recorrência na aquisição dos produtos e serviços.

Isso começa no contato inicial e vai até o pós-venda, seguindo toda a jornada do indivíduo na aquisição. Dessa forma, várias etapas dos processos de marketing e vendas, tradicionalmente marcadas por improvisos ou controles frágeis, baseados em indivíduos, passam a estar no domínio organizacional e a ser devidamente geridas.

Algumas das funcionalidades disponíveis no CRM são o controle de contatos, o suporte ao cliente, a gestão de campanhas de marketing e vendas e a gestão da interação com o cliente. Assim, a ideia central é garantir que qualquer processo de prospecção e venda realizado seja desenvolvido da maneira mais adequada para atrair, encantar, dar apoio e reter clientes.

Por que os dois sistemas são diferentes?

Conforme discutido no início do texto, as diferenças entre ERP e CRM são diversas. O ERP é um sistema abrangente, voltado para uma gestão integrada dos setores empresariais, para a geração de resultados conjuntos pelas áreas e para o manuseio da informação empresarial de forma eficiente. Ele é centrado no aprimoramento da condução interna da organização.

Já o CRM é um programa voltado para o eixo de marketing e vendas e tem o grande objetivo de aprimorar a relação com o público-alvo do negócio. Assim, ele é focado em otimizar uma parte específica da cadeia produtiva, trazendo resultados mais satisfatórios na aquisição e na manutenção de clientes.

Principais vantagens da aplicação do CRM

Com a implementação do CRM, sua empresa obterá:

  • redução de gastos, em especial com o uso de papel;
  • otimização do tempo de busca de informações importantes e documentos;
  • facilitação do treinamento da sua equipe para uso do sistema;
  • aumento das vendas.

Principais benefícios da implantação de um ERP

Já o ERP trará ao seu negócio:

  • diminuição dos custos com Tecnologia da Informação (TI);
  • aumento da produtividade;
  • melhor gestão de estoque;
  • gerenciamento tributário e financeiro mais eficaz.

Como funciona a integração entre ERP e CRM?

A seu modo, os dois sistemas são ferramentas essenciais para negócios do século XXI. Enquanto o ERP trabalha para criar sinergia entre os setores empresariais, o CRM se concentra na parte mais crítica da maioria das organizações, que é manter suas vendas em alta.

Assim, pensando de maneira ampla, os dois sistemas são complementares. Enquanto o CRM atrai e mantém clientes no negócio, por meio de uma gestão eficaz de marketing e vendas, o ERP trabalha na eficiência interna para alinhar essa iniciativa ao restante da organização e produzir resultados satisfatórios para o atendimento da demanda.

Quais as vantagens de implantar um sistema CRM em sua empresa?

O uso do CRM ajuda a sua empresa em uma série de processos, melhorando a sua relação com o cliente e, por consequência, aumentando a sua rentabilidade. Vejamos, em detalhes, como isso acontece a seguir.

Processos otimizados

O CRM ajuda a estruturar os processos da equipe de vendas. Ele organiza, alinha e padroniza os procedimentos e reduz, com isso, os riscos de perder clientes.

Produtividade acelerada

A implantação do sistema permite um melhor fluxo de informações, oferecendo a possibilidade de inserir e buscar os dados necessários de forma automatizada, ou seja, mais ágil e eficiente. Assim, a equipe poderá trabalhar de maneira mais estratégica. É uma forma de poupar tempo e recursos.

Vendas bem gerenciadas

A organização dos leads, dos clientes e dos prospects é otimizada com o CRM, permitindo que os contatos sejam mais certeiros, gerando oportunidades reais de conversão, independentemente do estágio do funil de vendas. O sistema é capaz de enviar lembretes para que as ações sejam adotadas no momento certo, evitando que haja descontinuidade no atendimento ao cliente.

Marketing e vendas alinhados

A integração entre as duas áreas será facilitada, levando a resultados melhores. Assim, sua equipe de vendas estará totalmente ligada às estratégias desenvolvidas pelo marketing. O caminho inverso também é favorecido, gerando oportunidades de oferecer ao cliente um atendimento mais personalizado e certeiro, padronizando a linguagem da empresa.

 

blog-left-contato

Que critérios devo adotar para escolher o CRM?

A escolha de um fornecedor para implementação do sistema CRM em seu negócio deve avaliar, prioritariamente, a credibilidade e o conhecimento de mercado da empresa que vai atendê-lo. É preciso verificar a capacidade de atendimento às suas necessidades, a personalização e a adequação do produto, além da possibilidade de integração com outros softwares usados em sua empresa.

É preciso entender que o CRM deve ser uma solução completa, capaz de traduzir as suas estratégias em funções operacionais que realmente otimizem os seus fluxos, garantindo a entrega esperada, ou seja, os ganhos em aumento de vendas, de rentabilidade e de melhorias nos processos da sua equipe.

Como a tecnologia pode se tornar um fator competitivo?

A tecnologia não traz resultados para o negócio por si só. É essencial saber de que a sua organização precisa e qual o tipo de sistema mais adequado para atendê-la. Além disso, você deve utilizá-lo de maneira conjunta para obter resultados eficientes em todas as frentes do negócio.

Sendo assim, invista de maneira consciente e alinhada com os objetivos de longo prazo. Encontre parceiros e especialistas que possam ajudar nesse processo e tome decisões precisas. A tecnologia se tornou e tende a ser cada vez mais um dos principais fatores competitivos do século XXI.

Agora que você entendeu bem qual a diferença entre CRM e ERP, que tal avaliar a utilização de um desses sistemas em sua empresa? Conheça, agora mesmo, o Vortico CRM e o Vortico CRM Mobile.

 

crm e programas de relacionamentoPowered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.