A resposta mais simples seria: SEMPRE. Mas, vamos ao post! Business Intelligence (BI) já não é um termo associado apenas a grandes organizações e multinacionais. Ao passo em que se ampliam as inovações tecnológicas, a diversidade nos tipos de BI aumenta e sua aplicação também. 

Hoje o BI é aplicado em conjunto com outros softwares, tais como: CRM, ERP, plataformas de inteligência artificial, softwares para gestão de campanhas… etc. Dica: veja também o eBook Integrando CRM e BI.

Ao longo deste artigo, abordamos alguns dos elementos principais que podem ajudar você a identificar quando a adoção dessa solução pode trazer benefícios ao seu negócio. Boa leitura!

Seu negócio gera dados, mas não informações acionáveis

A despeito de muitas organizações terem se tornado verdadeiras experts em coletar dados, ainda há aquelas que parecem ignorar o fato de que um dado não é a mesma coisa que uma informação.

Informações são dados convertidos em um contexto útil e significativo, pronto para que os colaboradores colham insights. Se, em seu negócio, há carência de informações relevantes, então você pode estar precisando de ajuda para agregar e analisar dados, transformando-os em informações acionáveis.

É justamente nesse ponto que a “inteligência” de uma ferramenta de BI entra em campo.

O poder do Business Intelligence está, entre outras coisas, em aumentar a sua capacidade de identificar tendências e problemas, descobrir novos insights e ajustar processos para que atendam às metas de negócios — que é, afinal de contas, o motivo pelo qual as empresas coletam dados.

O departamento de TI se torna um gargalo

Se o seu departamento de TI controla todos os dados da empresa, obter relatórios pode se tornar uma tarefa penosa. Isso por que criar relatórios complexos e dashboards sem um software de Business Intelligence, requer profissionais de alto conhecimento técnico.

Dessa forma, todos os colaboradores e usuários não-técnicos não encontram outra alternativa a não ser permanecerem dependentes do setor de TI.

Se você precisa, repetidas vezes, retornar ali para simplesmente fazer o seu trabalho, isso é um sinal claro de que chegou a hora de trazer os dados do negócio às pessoas que realmente podem tirar proveito de sua análise.

De fato, qualquer ferramenta de Business Intelligence com uma interface de usuário limpa e intuitiva permite que colaboradores criem seus próprios relatórios e tenham a flexibilidade necessária para adicionar ou ajustar dashboards.

A quantidade de dados é grande demais para as planilhas

Uma das primeiras experiências vivenciadas por empresas em crescimento se dá quando atingem a barreira da escalabilidade do Excel.

Apesar de ser frequentemente utilizado como um item vital para atender às necessidades de negócio, o Excel tende a se tornar lento quando os relatórios contêm mais dados do que ele foi originalmente concebido para processar.

Negócios em crescimento não levam muito tempo para acumular quantidades de dados que vão muito além das capacidades do Excel — ainda que você encontre tempo para, pacientemente, limpar e gerenciar grandes conjuntos de dados.

Além disso, uma solução de Business Intelligence pode fazer atualizações e compartilhamentos de dados em tempo real, otimizando a realização de tarefas essenciais, como:

  • criar planos organizacionais;
  • distribuir e coletar informações de diferentes gerentes;
  • consolidar múltiplas planilhas;
  • depurar fórmulas quebradas etc.

Gostou do artigo? Veja também o nosso eBook: Integrando CRM e BI