Os indicadores de desempenho dos varejistas são utilizados como ferramentas de gestão que permitem analisar os resultados da empresa de varejo, tornando possível saber se metas foram alcançadas, se a aplicação dos recursos financeiros atingiu as expectativas, bem como quais foram as falhas que ocorreram durante os processos.

Eles são importantes pois contribuem para a gestão e o desenvolvimento de estratégias focadas nas necessidades do negócio.

Neste artigo, você vai conhecer os principais indicadores de desempenho e a sua aplicabilidade dentro do contexto empresarial. Ficou curioso? Continue a leitura e descubra!

1. Indicador de valor do ticket médio

O ticket médio é um indicador que permite ao gestor compreender a dinâmica de vendas. Ele pode ser mensurado pela análise das vendas em si, pelos clientes atendidos ou, ainda, pelos vendedores.

O cálculo utilizado para obter o valor do ticket médio de uma empresa é:

FATURAMENTO EM NÚMERO DE MESES/NÚMERO DE MESES/NÚMERO DE CLIENTES.

Com o resultado desse cálculo em mãos, o gestor tem a possibilidade de saber quais são os vendedores que trazem maiores resultados ou, ainda, os clientes que se destacam em termos de compras.

Essas informações permitem identificar situações que podem trazer ideias de ações para melhorar os resultados do seu negócio.

2. Indicador de lucratividade

A avaliação do percentual de lucro sobre o faturamento total é outro indicador de desempenho importante para as empresas que atuam no varejo.

Muitos gestores acompanham o faturamento, mas deixam de avaliar qual foi o lucro real para o negócio. E essa informação é imprescindível para avaliar a saúde da empresa e possíveis ações que devem ser tomadas para melhorar os resultados. Nos casos em que o faturamento foi alto, mas não há dinheiro disponível, é provável que a empresa esteja gastando mais do que pode.

3. Indicador de Custo de Aquisição de Clientes (CAC)

O Custo de Aquisição de Clientes permite avaliar quanto a empresa gasta para atrair um cliente para o seu negócio. Esse valor pode incluir despesas com marketing, vendas, planejamento, entre outras.

Saber qual é o custo ajuda a compreender se ele é compatível com o retorno das suas estratégias. Para chegar a esse valor, é preciso aplicar a seguinte fórmula:

VALOR DOS INVESTIMENTOS/QUANTIDADE DE CLIENTES CONVERTIDOS = CUSTO DE AQUISIÇÃO DE CLIENTES.

No resultado obtido, quanto menor o valor do custo, maior será o da lucratividade da sua empresa. Quando o valor for expressivo, ele representará possíveis prejuízos em suas estratégias, e precisa, então, ser reconsiderado.

4. Indicador de faturamento

O faturamento ajuda a verificar quanto a empresa vendeu em um determinado período. Muito embora ele não traga muitas informações estratégicas sob o ponto de vista financeiro, ajuda a identificar itens que vendem mais e o ticket médio por cliente, por exemplo.

Informações como essas são importantes para a empresa, pois permitem direcionar estratégias de acordo com as demandas e necessidades do seu público consumidor.

5. Indicador de retorno sobre investimentos

Por fim, o indicador de retorno sobre investimento é um dos mais utilizados pela empresa e de extrema importância sob o ponto de vista estratégico.

Ele permite avaliar qual é o retorno financeiro que o negócio teve. O cálculo é simples, basta comparar o valor dos lucros líquidos com o valor investido. A diferença (subtraídos os custos) representa o retorno total sobre os investimentos.

Como você pode ver, a análise de indicadores de desempenho permite ter informações concretas e relevantes sobre o negócio. Considerá-las em sua estratégia é extremamente importante no processo de planejamento empresarial.

Gostou deste artigo sobre os indicadores de desempenho dos varejistas? Então, compartilhe este conteúdo nas redes sociais e ajude outros gestores do varejo a descobrirem como acompanhar o resultado das suas empresas.