O Big Data é o enorme volume de dados ― estruturados ou não estruturados ― aos quais uma empresa tem acesso e podem auxiliar no seu desempenho. Desde os hábitos de consumo dos seus clientes até informações que podem influenciar diretamente a atuação da empresa, como a previsão meteorológica.

Saber como ler, cruzar e interpretar corretamente esse tsunami de conteúdo pode ajudar a projetar o mercado no futuro, próximo ou distante, com base em todos esses dados coletados e analisados em tempo real.

Claro que o excesso de informação exige que os gestores consigam filtrar e se concentrar apenas no que for realmente importante para os negócios. Por isso, aprender como usar o Big Data de forma eficiente é fundamental para não perder tempo nem recursos. Leia e aprenda:

Use as ferramentas certas

O primeiro passo é diagnosticar as fontes de dados a que sua empresa tem acesso atualmente. Liste todos: acessos e navegação no site, os dados oferecidos pelas ferramentas de mídias sociais, gerenciadores CRM, o que você aprendeu com Business Intelligence, etc. Mapeie os dados que você tem hoje e veja como o cruzamento entre eles pode trazer insights para sua operação. Ao transformar essas ideias em ações, você estará debutando no mundo do uso eficiente do Big Data.

Depois considere a integração entre os diferentes softwares para realizar análises posteriores e mais complexas. Quanto mais “limpas” e consolidadas as informações chegarem até você, mais ágil se tornará a leitura delas e, consequentemente, o processo de tomada de decisões estratégicas.

Analise corretamente os dados

Dois erros comuns que devem ser evitados são a análise isolada de informações e a correlação errada de dados. O cruzamento de diferentes fontes é capaz de gerar insights mais precisos e é uma das grandes contribuições que uma estratégia de Big Data pode proporcionar.

Cuidado também para não enxergar falsos padrões ao relacionar diferentes fontes de dados. Um exemplo clássico é a falsa correlação entre o aumento da venda de sorvetes e de ataque de tubarões na costa dos EUA. O fato de os dois fenômenos aumentarem no mesmo período do ano não significa que eles estão correlacionados entre si, seria um erro afirmar isso. O que ocorre é que os dois eventos são influenciados, na verdade, por um terceiro fator, o verão.

Use o Big Data de forma eficaz

A enxurrada de dados que formam o Big Data pede o olhar atencioso e experiente de profissionais capacitados para extrair dela os melhores insights para a realidade de cada empresa e o mercado onde está inserida.

Cientistas de dados eficazes e competentes são uma mão de obra escassa no mercado e capazes de gerar um enorme impacto positivo em qualquer negócio, por isso são muito caros. Não será surpresa que você não tenha na sua equipe algum colaborador com o perfil necessário para implementar e gerenciar soluções em big data eficientes. Por isso, considere terceirizar esse serviço e deixe sua equipe focada naquilo que faz de melhor.

Esses sãos os primeiros passos de como usar o Big Data para aumentar a lucratividade e produtividade da sua empresa. E essa é apenas uma das estratégias que você pode adotar.

Gostou do post? Então assine agora a nossa newsletter e receba nossos conteúdos diretamente em sua caixa de entrada!